Marina Colasanti

Publié le par Mémoires de Guerre

Marina Colasanti, née le 26 septembre 1937 à Asmara dans l'ancienne colonie italienne d'Érythrée, est une romancière, poétesse, journaliste et traductrice italo-brésilienne.

Marina Colasanti
Marina Colasanti
Marina Colasanti

Carrière

Sa famille émigre de l'Italie au Brésil au commencement de la Seconde Guerre mondiale et elle y étudie les beaux-arts et travaille comme journaliste et traductrice. 

Prix

  • Uma idéia toda azul, 1978, O Melhor para o Jovem, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.

Publications

  • Hora de alimentar serpentes (2013)
  • Passageira em trânsito (2010)
  • Minha Ilha Maravilha (2007) - Ed. Ática
  • Acontece na cidade (2005) - Ed. Ática
  • Fino sangue (2005)
  • O homem que não parava de crescer (2005)
  • 23 histórias de um viajante (2005)
  • Uma estrada junto ao rio (2005)
  • A morada do ser (1978, 2004)
  • Fragatas para terras distantes (2004)
  • A moça tecelã (2004)
  • Aventuras de pinóquio – histórias de uma marionete (2002)
  • A casa das palavras (2002) - Ed. Ática
  • Penélope manda lembranças (2001) - Ed. Ática
  • A amizade abana o rabo (2001)
  • Esse amor de todos nós (2000)
  • Ana Z., aonde vai você? (1999) - Ed. Ática
  • Gargantas abertas (1998)
  • O leopardo é um animal delicado (1998)
  • Histórias de amor (série “Para gostar de ler” vol. 22) (1997) - Ed. Ática
  • Longe como o meu querer (1997) - Ed. Ática
  • Eu sei mas não devia (1995)
  • Um amor sem palavras (1995)
  • Rota de colisão (1993)
  • De mulheres, sobre tudo (1993)
  • Entre a espada e a rosa (1992)
  • Cada bicho seu capricho (1992)
  • Intimidade pública (1990)
  • A mão na massa (1990)
  • Será que tem asas? (1989)
  • Ofélia, a ovelha (1989)
  • O menino que achou uma estrela (1988)
  • Aqui entre nós (1988)
  • Um amigo para sempre (1988)
  • Contos de amor rasgado (1986)
  • O verde brilha no poço (1986)
  • E por falar em amor (1985)
  • Lobo e o carneiro no sonho da menina (1985)
  • A menina arco iris (1984)
  • Doze reis e a moça no labirinto do vento (1978)
  • Uma idéia toda azul (1978)

Publié dans Ecrivains, Journalistes

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article